Apabb SP participa da maior feira de reabilitação e acessibilidade da América Latina


Publicado em: 07/06/2017

Em sua nova versão Bienal, a Reatech – feira Internacional de Reabilitação, Tecnologia e Acessibilidade, o maior evento do setor da América Latina, recebeu um público de mais de 50 mil pessoas entre os dias de 1, 2, 3 e4 de junho, em São Paulo.
 
A feira foi realizada no centro de exposições imigrantes, a expo São Paulo, e reuniu os diversos setores da sociedade (público, privado e do terceiro setor) em torno das questões relacionadas à inclusão, acessibilidade e tecnologia destinada à pessoa com deficiência.
 
O público presente pode participar de palestras, apreciar lançamentos tecnológicos, automóveis e suas adaptações, serviços, equoterapia, atividades esportivas e culturais, além de aproveitar da praça de alimentação.
 
Neste ano, a Apabb inovou em sua participação e apostou em um novo design do stand, destacando os 30 anos de existência da Associação. A Entidade também participou da programação educacional da feira com a palestra “Lazer e Inclusão Social da Pessoa com Deficiência” e com atividades esportivas de basquete e futsal unificados, contando com a participação do público sem deficiência que visitou a feira, além da comercialização de camisetas e canecas para a divulgação da marca.
 
O espaço da Apabb na Reatech foi disputadíssimo, contou com a visita de familiares de usuários da Associação, atletas do esporte, participantes do programa de empregabilidade “superação”, atividades de lazer, autoridades, diretoria e delegados.
 
O presidente da Apabb Douglas Carvalho Pereira destacou a importância da feira e da participação da Entidade de maneira mais proativa para o fortalecimento da luta em defesa dos direitos das pessoas com deficiência, colocando a Apabb como protagonista na promoção da cidadania de forma inclusiva.
 
A participação na Reatech 2017 inspirou a equipe do NR e os seus visitantes e parceiros. Muitas coisas melhoraram e a Apabb ainda tem muitos desafios pela frente. Num mundo de conexões e tecnologias, de constantes mudanças e incertezas, a esperança torna-se um fio condutor que une e aponta para um futuro melhor para todos.
 
“Nada de nós sem nós!”.  Até 2019.